Como ganhar dinheiro com crochê

Se você quer trabalhar em casa fazendo crochê para vender, precisa aprender como ganhar dinheiro com crochê.

Aproveite o momento

O crochê sempre foi uma arte incrível, mas nos últimos anos vem ganhando cada vez mais espaço e acabou se tornando uma tendência. Muitas pessoas decidiram aproveitar o momento para ganhar uma renda extra com essa arte super versátil.

E se você também quer aproveitar essa onda para surfar num mar de boas oportunidades, nós vamos te ajudar a fazer crochê para vender e ganhar uma renda extra ou até fazer do artesanato uma verdadeira profissão.

Afinal, é totalmente possível viver da sua paixão porque vender crochê dá lucro, basta você seguir alguns passos que eu te mostro neste artigo.

como ganhar dinheiro com crochê

Primeiro passo

A primeira coisa a fazer antes de começar a vender crochê é se aperfeiçoar na técnica.

Aliás, muitas pessoas que estão começando muitas vezes saem do absoluto zero em busca do sonho de viver do seu artesanato. Se esse é o seu caso e você precisa aprender o crochê do início, acompanhe a aula da professora Ju da JNY Crochê clicando abaixo.

Quero aprender crochê do zero em apenas 5 passos

Nessa aula a professora Ju te ensina tudo o que você precisa saber para começar a fazer crochê do zero.

Você vai aprender:

  • Como segurar o fio
  • Como segurar a agulha
  • Como fazer correntinha
  • Como fazer ponto baixo
  • Como fazer ponto alto

Além disso, a professora Ju te ensina como fazer o ponto baixíssimo. Assim você pode finalizar carreiras e arrematar o trabalho.

Ou seja, você vai aprender o crochê básico para iniciantes em apenas 5 passos que te vão te levar do zero absoluto ao crochê básico em questão de minutos.

Portanto, não perca a chance de aprender tudo isso passo a passo com a professora Ju.

Começando a produzir

Depois de aprender os passos básicos do crochê você precisa começar a se aperfeiçoar e, portanto, precisa treinar. Afinal, a prática leva à perfeição.

Por isso, se você quer realmente fazer crochê, comece a dedicar mais do seu tempo para se aperfeiçoar nessa técnica. Comece fazendo peças de crochê mais simples para se concentrar em aperfeiçoar seus pontos.

Para isso, confira nossa lista com cinco peças de crochê para iniciantes ensinadas passo a passo pela professora Ju. Clique abaixo e aprenda com a gente!

Quero aprender 5 peças de crochê para iniciantes

Depois que os trabalhos simples já estiverem sendo tirados de letra, chega a hora de começar a se aventurar em trabalhos mais elaborados que vão te trazer novos desafios e inspirações tornando seu repertório muito mais amplo e aumentando as suas possibilidades de produtos para venda.

Portanto, busque aprender coisas novas, explore novas técnicas participando de workshops e cursos e assim seus trabalhos serão cada vez melhores o que pode te render mais vendas e aumentar o valor dos seus produtos artesanais.

A professora Ju ensina diversas peças lindas no canal no youtube e você pode ficar por dentro de todas as aulas.

Segundo passo: Como vender crochê

Há muitas formas de vender todo tipo de produto inclusive os produtos artesanais.

A primeira e mais tradicional maneira de vender crochê é pessoalmente. Para isso, basta ter uma peça em mãos e mostrar ao seu cliente em potencial.

Outra opção, no entanto, é mostrar a foto do produto caso a peça não esteja com você no momento. Afinal, nós crocheteiras conhecemos clientes em qualquer lugar, até em fila de banco. Vamos lá pagar uma conta, começamos a conversar e dali saímos com uma cliente.

Monte um catálogo

Por isso, se você quer ter êxito nas vendas, não esqueça de manter seu celular por perto. Dessa forma você pode converter uma conversa no banco em uma venda de artesanato.

Contudo, se você não tem boas fotos das suas peças, tenha um arquivo com peças que você sabe fazer. Assim você pode apresentá-las ao cliente e fazer a venda.

Mas fique atento a uma dica importante: não mostre peças que você não sabe confeccionar.

Assim você evita perder tempo e manchar sua reputação com o cliente. Afinal, aceitar uma encomenda e depois dizer ao cliente que não pode fazer é muito ruim para sua imagem.

Ou seja, se você receber um pedido de uma peça que não sabe fazer, é melhor não aceitar. Afinal, todo o trabalho e tempo investido na busca que ainda pode acabar sem sucesso não compensa

Use fotos de peças que você sabe fazer

Portanto, faça seu catálogo apenas com peças que você já fez e de preferência use as suas próprias fotos. Mas, se precisar usar fotos da internet para montar um catálogo improvisado use apenas peças que você saberá fazer. Assim você não terá problemas na hora de executar a peça e entregá-la ao cliente.

No nosso site, por exemplo, todas as peças são ensinadas passo a passo. Ou seja, peças lindas que você pode mostrar ao cliente para não perdernenhuma chance de venda. Contudo, sem ter problema para confeccionar tudo depois.

Afinal, se o cliente encomendar a peça você poderá fazer do jeitinho que estava na foto porque a peça é ensinada passo a passo pela professora Ju que te ensina tudo em detalhes para você não ter dúvida na hora da confecção.

Dê os devidos créditos

Mas um alerta importante: se você fizer um catálogo com fotos tiradas da internet, não diga que são suas. Dê sempre os devidos créditos e não minta para o seu cliente. Afinal, construir um negócio baseado em mentiras e o segredo para o fracasso absoluto!

Use as mídias sociais

Outra maneira bastante moderna de criar um catálogo é usando as mídias sociais como o facebook e o instagram. Aliás, essa é uma forma de unir duas coisass: criar um catágolo online e vender pela internet.

Ou seja, conforme você for fazendo seus trabalhos vá tirando boas fotos e guardando. Assim, quando puder, reúna tudo e monte um catálogo. Além disso você pode colocar as fotos em suas mídias sociais que vão te garantir um catálogo online com acesso de qualquer lugar do mundo (desde que tenha internet) e ainda pode te ajudae a vender pela internet.

Se quiser se inspirar, dê uma olhada no nosso instagram. Aproveita e segue a gente lá!

Crie uma marca

Já te contei que vale a pena colocar seus trabalhos nas redes sociais, contudo é importante também criar uma marca para o seu negócio artesanal. Ou seja, crie uma marca que identifique seu trabalho.

Essa marca pode ser só um nome ou um nome aliado a um desenho.

Contudo, seja como for, o importante é que essa marca seja perene. Ou seja, é importante que você não mude depois porque essa será a identidade virtual da sua marca.

Seja reconhecido

Criar a marca do seu negócio artesanal é importante para que te reconheçam no mundo virtual. Além disso você pode colocar essa marca em suas fotos para que não façam uso das suas imagens sem prestar os devidos créditos. Isso porque, embora haja muitas pessoas boas na internet, também existem pessoas que se apropriam de fotos alheias indevidamente.

Essa prática é ruim para as artesãs que têm seu trabalho violado. Por outro lado, é péssimo para quem comete esse tipo de crime. Afinal, usar fotos sem permissão e não fornecer os créditos é muito ruim para a reputação de qualquer pessoa. Agindo assim, construir um negócio que tenha sucesso fica muito mais difícil.

No final as mentiras não compensam porque como dizia o sábio Rei Salomão, “um bom nome vale mais que muitas riquezas […]” (Provérbios 22:1).

Terceiro passo: Como criar o preço de venda

Uma das coisas mais difíceis no negócio artesanal é precificar o produto. Afinal, um produto artesanal é feito manualmente e, portanto, tem características bastante singulares.

Uma dessas características singulares é o tempo de confecção da peça que é importantíssimo na hora de precificar o produto. Afinal, diferentemente de um produto industrial, uma peça artesanal não é feita em larga escala sendo o tempo de confecção da peça um dos principais fatores na hora de precificar a peça.

Saber como criar o preço de venda corretamente é algo que você precisa aprender. Isto é, por mais que se saiba crochetar, nem sempre se sabe por quanto vender.

Portanto, clique abaixo e aprenda como criar o preço de venda corretamente para o seu artesanato.

Como calcular o preço de venda de suas peças de crochê

Aprenda também algumas dicas bacanas para conseguir fazer o preço de venda das suas peças da maneira certa.

Clique aqui e baixe agora nosso minibook com 3 dicas básicas para você criar o preço de venda!

Quarto passo: Comece a vender

Depois de tanto aprendizado é hora de começar a colocar em prática.

Seja pessoalmente ou pela internet, comece a fazer suas vendas e faça tudo com responsabilidade para garantir que o seu comprador se torne um cliente fiel.

Não esqueça de fazer as peças com cuidado para que o acabamento fique perfeito. Além disso, na hora de enviar ou entregar o produto em mãos, embale seus produtos corretamente. Para isso, clique abaixo e confira algumas dicas que vão te ajudar bastante.

Como embalar uma encomenda

Envie os produtos

Por fim, envie seus produtos ao cliente. Se a venda foi feita pessoalmente leve na casa do cliente e se foi pela internet, envie como combinado.

Se você tem dúvida na hora de enviar seus produtos pelos correios, confira nossas dicas clicando abaixo. Além de aprender como enviar o produto, descubra como acompanhar seu envios com muito mais praticidade!

Como embalar uma encomenda

Quinto passo: Siga em frente

Até agora você já aprendeu quatro passos importantes para começar a ganhar dinheiro com crochê. No entanto, ainda há muito para aprender. Afinal, na vida precisamos sempre nos aperfeiçoar e no artesanato não é diferente.

Aprenda peças novas

Ou seja, continue em busca de nossos conhecimentos, aprendendo sempre coisas novas. Para começar, ative as notificações do nosso site clicando no sininho aqui embaixo, no cantinho da tela e fique sempre por dentro das novidades!

ative o sininho e fique por dentro das novidadesative o sininho e fique por dentro das novidades

Seja original

Além disso, participe do Club do Crochê e tenha acesso às nossas aulas exclusivas. Assim você pode se diferenciar no mercado com peças que poucas pessoas têm acesso.

Em outras palavras, você pode sair na frente da concorrência oferencendo peças com originalidade e exclusividade. Ao contrário dos demais, você estará aperfeiçoando a sua técnica e acrescentando sempre peças novas ao seu catálago de produtos.

Portanto, se você quer aprender peças de crochê exclusivas para se aperfeiçoar ainda mais nessa técnica e oferecer aos seus clientes peças diferentes, inéditas e que você poderá fazer com tranquilidade acompanhando a aula passo a passo em vídeo com a professora Ju, entre para o Club do Crochê e acompanhe nossas aulas exclusivas aqui no site.

Além das dezenas de aulas já disponíveis você também terá acesso às aulas novas postadas toda semana.

Economize tempo

Fazer parte do Club é um investimento que vai te economizar muito tempo e te livrar de muita dor de cabeça. Além disso, em vez de aceitar encomendas de peças que você nunca fez, não sabe como fazer e não conhece quem sabe, você pode ter acesso a dezenas de peças lindas para seguir passo a passo e não ter dúvida nenhuma na hora da confecção.

Dessa forma, em vez de passar horas em busca do desconhecido sem saber se vai encontrar aquilo que procura, você pode usar seu tempo com a confecção de peças de crochê que realmente vão te trazer o retorno financeiro que você precisa.

A professora Ju te dá essas dicas com a voz da experiência, afinal, ela também é crocheteira e já vendeu crochê pessoalmente e pela internet e sabe que: “o lucro que se tem com uma encomenda geralmente nunca cobre o tempo que você gastou tentando achar a receita”.

Ou seja, a não ser que você seja uma celebridade que vai abrir uma grife de crochê para quem pode pagar milhares de reais em um vestido ou em um tapete de crochê, você não conseguirá um cliente que pague por todas as horas que você gastou com a pesquisa da peça que você aceitou a encomenda às cegas.

E tempo é dinheiro! Ainda mais quando o nosso trabalho é artesanal.

Cada peça que você faz leva tempo para ser confeccionada porque cada ponto é feito à mão e você só consegue fazer uma peça de cada vez, ou seja, não há possibilidade de produção em massa como em uma indústria. Por isso, valorize cada minuto do seu precioso tempo para fazer aquilo que importa: produzir. E deixe que a criação da peça eu te ensino passo a passo em vídeo aqui no site.

Desenvolva seu negócio artesanal!

Portanto, faça valer seu tempo e comece hoje mesmo a praticar todas essas dicas da professora Ju para levar seu negócio artesanal a outro nível de qualidade, confiança e lucro.

Qualidade porque você vai aprender diversas dicas com a professora Ju e assim suas peças ficarão cada vez melhores. Confiança porque você não vai mais prometer uma peça ao cliente e entregar outra diferente, desgastando sua relação com ele e destruindo qualquer possibilidade dele se tornar um cliente assíduo e que recomende sua marca. E lucro porque economizando em pesquisa sobra tempo para confeccionar e se aperfeiçoar na técnica que resulta em produzir mais e melhor gerando mais dinheiro para você!

E continue aprendendo…

Por hoje é só… mas a gente se vê em breve!

Assim finalizamos por hoje, no entanto, vejo vocês em breve!

Grande abraço e até mais!

Siga e curta:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.